DroneShow PLUS – 6 a 8 de novembro de 2018

Hotel Travel Inn – Rua Borges Lagoa, 1.179 – São Paulo – SP – Brasil

O DroneShow PLUS é um evento completo para iniciantes e iniciados, pois reúne o 6º Fórum Empresarial de Drones, 5 cursos básicos, 5 avançados e uma mostra (minifeira) de drones, tecnologia embarcada, softwares de processamento e prestadores de serviços.

Quem promove o evento? A MundoGEO, empresa de comunicação cujo propósito no setor de Drones é promover seu crescimento sustentável, focado nos pilares profissionalismo, rentabilidade, inovação e segurança dos envolvidos.

Qual o objetivo do evento? Proporcionar atualização tecnológica, troca de experiências, integração com entidades reguladoras, fortalecimento do ambiente empresarial e aproximação com a comunidade que precisa da tecnologia.

Quem deve participar no evento? Especialistas, entidades reguladoras e profissionais ligados aos setores de infraestrutura, agricultura, florestal, meio ambiente, segurança, inspeções, mineração e gestão pública, além de empresários do setor de drones.

O que é a Mostra de Tecnologia? Em paralelo à programação do evento, acontece no hotel uma minifeira com empresas da cadeia produtiva do setor de drones, formada por fabricantes, importadores, desenvolvedores de softwares e prestadores de serviços.

Como participar? Para participar dos cursos e dos fóruns, consulte a programação completa abaixo e faça sua inscrição antecipada aproveitando os preços promocionais (vagas limitadas!). Para visitar a Mostra de Tecnologia, a entrada é livre, mas é necessário fazer sua inscrição antecipadamente aqui.

Cada Curso ou Fórum: de R$ 490,00 por R$ 390,00

Parcele em até 6x sem juros no cartão de crédito

* Oferta válida até 30 de setembro de 2018

Entre em contato:
Telefones: (41) 3338-7789 | (11) 4063-8848
E-mail: atendimento@mundogeo.com | WhatsApp (41) 999-191-357

Patrocínio

Conheça a Programação:

Curso de Drones para Mapeamento – Básico

6 de novembro – 8h às 12h30

Fique por dentro da legislação, mercado e precificação para serviços.

Este minicurso apresentará as principais leis e normas pertinentes ao uso de drones em mapeamentos, além de uma visão panorâmica sobre o mercado de drones em mapeamento no Brasil.

Ao final, serão apresentados exemplos de precificação de serviços por meio de drones e os desafios deste mercado ainda em amadurecimento.

Tópicos que serão abordados:
• Legislação incidente – ANATEL, ANAC, DECEA, Ministério da Defesa e INCRA
• Procedimentos legais para realização de voos
• Mercado de mapeamento por meio de drones no mundo e no Brasil
• Exemplos de aplicações de drones em mapeamento:
– Topografia
– Construção civil e as built
– Mineração
– Licenciamento e monitoramento ambiental
– Agricultura e silvicultura
– Feições lineares (APPs, rodovias, ferrovias, linhas de transmissão, dutos)
– Áreas urbanas (cadastro multifinalitário e fiscalização)
• Mercado de mapeamento por meio de drones
• Precificação de serviços
• Desafios legais, técnicos e comerciais no mercado

Instrutores:

George Longhitano – G drones
Diretor da G drones, é geógrafo e mestre em geoprocessamento pela USP. Estuda e desenvolve aplicações de drones em mapeamentos desde 2005. Possui experiência de doze anos como coordenador de projetos e de nove anos como professor de cursos de graduação e pós-graduação de disciplinas de VANT e drones, sensoriamento remoto, geoprocessamento e cartografia.

 
 

Anderson Jorge – G drones
Engenheiro florestal, mestre em sensoriamento remoto pelo INPE. Possui experiência de três anos em processamento de imagens

 
 
 
 

Curso de Drones para Mapeamento – Avançado

6 de novembro – 14h às 18h30

Fique por dentro das plataformas, sensores e captação de imagens para mapeamento por meio de drones.

Hoje, existem diversas plataformas e sensores disponíveis para mapeamento com drones. Mas qual aeronave e sensor escolher?

A coleta de dados em campo e fotografas aéreas por meio de voos com drones é uma etapa fundamental para geração de mapas com qualidade. Como realizar os voos e a coleta de pontos de apoio de modo a garantir a excelência no levantamento?

Este minicurso busca fornecer subsídios para que cada aluno consiga responder estas questões de acordo com o escopo de seus projetos e possa iniciar seus trabalhos de mapeamento por meio de drones.

Tópicos que serão abordados:
• Características e especificações de drones para mapeamento
• Multirrotores e asas fixas – diferenças e qualidades
• Conceitos em sensoriamento remoto e resoluções de sensores
• Câmeras e sensores disponíveis para embarcar em drones
• Configuração de drone e câmera para mapeamento
• Conceitos de aerofotogrametria (estereoscopia, paralaxe, sobreposição entre fotografias e cálculo de GSD)
• Aplicativos para planejamento de missões automáticas para DJI e Pixhawk
• Preparação de planos de voos
• Prevenção e solução de erros e problemas na operação de drones para mapeamentos
• Captação e uso de pontos de apoio e checagem em fotogrametria
• Processamento para checagem de alinhamento entre fotos

Instrutores:

George Longhitano – G drones
Diretor da G drones, é geógrafo e mestre em geoprocessamento pela USP. Estuda e desenvolve aplicações de drones em mapeamentos desde 2005. Possui experiência de doze anos como coordenador de projetos e de nove anos como professor de cursos de graduação e pós-graduação de disciplinas de VANT e drones, sensoriamento remoto, geoprocessamento e cartografia.

 
 

Anderson Jorge – G drones
Engenheiro florestal, mestre em sensoriamento remoto pelo INPE. Possui experiência de três anos em processamento de imagens

 
 
 
 

Curso de Drones para Agricultura – Básico

6 de novembro – 8h às 12h30

Hoje, os drones são aliados na Agricultura, com ganhos de produtividade e redução de custos.
Neste curso básico será detalhado o ciclo de agricultura de precisão, desde os métodos de sensoriamento remoto até processamento de dados, com foco nos conceitos e na escolha de equipamentos, acessórios e softwares.
Este é um treinamento indicado para quem já tenha conhecimentos básicos sobre drones e tenha interesse em uma introdução ao uso de drones na Agricultura.

Tópicos que serão abordados:
• O ciclo de agricultura de precisão na agricultura
– Sensoriamento
– Análise
– Atuação
• Métodos de sensoriamento remoto na agricultura de precisão
– Histórico do sensoriamento remoto com drones
– Como selecionar seu drone para sensoriamento na Agricultura de Precisão
– Como selecionar os sensores e outros acessórios na Agricultura de Precisão
• Métodos de processamento de dados para agricultura de precisão
– Softwares de cálculo de índices
– Softwares de classificação orientada a objetos
• Métodos de atuação da agricultura de precisão
– Histórico da atuação do sensoriamento com drones
– Como selecionar seu drone para atuação na Agricultura de Precisão
– Como selecionar os acessórios para atuação na Agricultura de Precisão
• Métodos de processamento de dados para agricultura de precisão
– Aplicação de agentes biológicos
– Aplicação de agentes químicos

GiovaniInstrutor: Giovani Amianti
Engenheiro mecatrônico formado pela Poli-USP e mestre em sistemas aviônicos de RPAS pela Poli-USP. Iniciou o desenvolvimento de drones em 2004 e em 2007 fundou a XMobots. Esteve à frente de projetos já consagrados no mercado nacional de RPAS, como os drones Nauru 500x, que foi o primeiro avião não tripulado privado do Brasil autorizado a voar pela ANAC além do Echar 20x recentemente utilizado pelo INCRA para georreferenciamento de imóveis rurais e Arator 5x que se consolidou no mercado sucroalcooleiro. Atualmente é o CEO da XMobots, considerada uma das líderes na América Latina do segmento de Drones para Agricultura
 
 
 

Curso de Drones para Agricultura – Avançado

6 de novembro – 14h às 18h30

O uso avançado de drones na Agricultura, além de ganhos de produtividade e redução de custos, gera continuamente dados para tomada de decisão no futuro.
Neste curso avançado serão detalhados três cases do uso de drones na Agricultura: cana de açúcar, silvicultura/citricultura/cafeicultura e grãos.
Este é um treinamento indicado para quem já tenha conhecimentos básicos sobre drones na Agricultura e tenha interesse em se aprofundar no tema através de estudos de caso.

Tópicos que serão abordados:
• Estudo de caso 1 – Cana de açúcar
– Cálculo de volume de bagaço de cana
– Análise de topografia, fluxo de enxurrada, definição de pontos críticos de erosão, projeto de terraços e de escoamento superficial difuso
– Restituição de linhas de plantio para projeto logístico de tiro de colheita e georreferenciamento de colheita automática
– Localização de falhas de plantio pelo método de Stolf
– Análise fitossanitária nas fases de perfilamento e maturação
– Matologia – identificação e tratamento de invasoras nas fases de perfilamento e maturação
• Estudo de caso 2 – Silvicultura, Citricultura e Cafeicultura
– Contagem de indivíduos
– Cálculo de diâmetro de copa
– Cálculo de falhas de plantio
– Análise fitossanitária (ex. phytophthora, greening, etc)
– Matologia (identificação e tratamento de invasoras)
• Estudo de caso 3 – Grãos
– Estimativa de déficit nutritivo
– Cálculo de necessidade de nitrogênio e avaliação de resultados na aplicação de nitrogênio
– Análise fitossanitária (ex. nematóides, mosaico de trigo, ferrugem de cabeça, etc)
– Matologia (identificação e tratamento de invasoras)

GiovaniInstrutor: Giovani Amianti
Engenheiro mecatrônico formado pela Poli-USP e mestre em sistemas aviônicos de RPAS pela Poli-USP. Iniciou o desenvolvimento de drones em 2004 e em 2007 fundou a XMobots. Esteve à frente de projetos já consagrados no mercado nacional de RPAS, como os drones Nauru 500x, que foi o primeiro avião não tripulado privado do Brasil autorizado a voar pela ANAC além do Echar 20x recentemente utilizado pelo INCRA para georreferenciamento de imóveis rurais e Arator 5x que se consolidou no mercado sucroalcooleiro. Atualmente é o CEO da XMobots, considerada uma das líderes na América Latina do segmento de Drones para Agricultura
 
 
 



6º Fórum Empresarial de Drones

7 de novembro – 9h às 18h30

Este Fórum apresenta uma continuidade da sequência de encontros da comunidade empresarial que acontece desde 2016, duas vezes ao ano.

Estes encontros semestrais têm o objetivo de estreitar o relacionamento dos empresários com as entidades reguladoras, promovendo um ‘tira-dúvidas’ e propondo ajustes sobre a atual regulamentação.

Neste ambiente são discutidos também novos modelos de negócios, conhecidas as novas demandas do mercado e promovidas cooperações entre as empresas do setor de drones.

Além disso, este Fórum se apresenta como um elo de ligação e união das associações do setor de drones já existentes no Brasil.

Programação

Moderador do Fórum: Emerson Granemann
Fundador da MundoGEO, idealizador da feira DroneShow e coordenador do Fórum Empresarial de Drones

 
 
 

9h às 9h20 – Mercado de Drones no Brasil e no Mundo

Emerson Granemann – Diretor da MundoGEO

9h20 às 10h – Apresentação das ações realizadas pelas Associações do setor

Lincoln Kadota
Fundador e Diretor da Airdroneview. Vice-presidente da ABM – Associação Brasileira de Multirrotores. Ganhador do 1º Festival de Filmes DroneShow

 
 

Amaury Oliveira – Presidente da ABPR
Associação Baiana de Pilotos Remotos

 
 

Francisco Faria Feitoza Junior – ASPR
Presidente da ASPR – Associação Sergipana de Pilotos Remotos. Jornalista de profissão, instrutor de voo RPA, escreve para sites e blogs sobre trânsito, náutica e aviação, também é especialista em TI

 
 

10h às 11h – Avaliações e recomendações do DECEA – Departamento de Controle do Espaço Aéreo

Tenente Coronel Aviador Jorge Humberto Vargas Rainho (DECEA)
Praça de 01 FEV 1990; Piloto de Caça, com aproximadamente 1.600 horas de voo; Aeronaves voadas: TZ-13, Z-16, T-25, T-27, AT-26, F-5E/F, C-95 e C-97; Instrutor das aeronaves: T-25 e AT-26; Cursos de Carreira: Curso de Tática Aérea (1997), Curso de Formação de Pilotos de Combate (1997), Curso de Aperfeiçoamento de Oficias (2006) e Curso de Comando e Estado-Maior (2016); Principais Cursos: Oficial de Segurança de Voo, Líder de Esquadrilha de Caça e Chefe-Controlador; Funções Atuais: Chefe da Seção de Planejamento de Operações Militares do SDPO do DECEA e Coordenador RPAS no âmbito do DECEA.

 
 

11h às 11h30 – Intervalo

11h30 às 12h30 – Quais as novas demandas no setor de agricultura e florestal?

Bruno Holtz Gemignani – 3DGEO
Engenheiro de Controle e Automação, fundador da 3DGEO Monitoramento Agrícola com RPAS(Drones)

 
 
 

GiovaniGiovani Amianti
Engenheiro mecatrônico formado pela Poli-USP e mestre em sistemas aviônicos de RPAS pela Poli-USP. Iniciou o desenvolvimento de drones em 2004 e em 2007 fundou a XMobots. Esteve à frente de projetos já consagrados no mercado nacional de RPAS, como os drones Nauru 500x, que foi o primeiro avião não tripulado privado do Brasil autorizado a voar pela ANAC além do Echar 20x recentemente utilizado pelo INCRA para georreferenciamento de imóveis rurais e Arator 5x que se consolidou no mercado sucroalcooleiro. Atualmente é o CEO da XMobots, considerada uma das líderes na América Latina do segmento de Drones para Agricultura

 
 

Fabrício Hertz – Horus Aeronaves
CEO e co-fundador da Horus, empresa especializadas em tecnologia de mapeamento com drones. Formado em engenharia mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina, com especialidade em aeronaves não tripuladas e sistemas embarcados inteligentes. Formação complementar em gestão de negócios inovadores e gestão de equipes.

 
 
 

Lucio Andre De Castro Jorge – Embrapa
Possui graduação em Engenharia Elétrica – Eletrônica e Eletrotécnica na Faculdade de Engenharia de Barretos (1987); Mestrado em Matemática Computacional e Ciência da Computação pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da Universidade de São Paulo, ICMC-USP (2001); Doutorado em Processamento de Sinais e Instrumentação pela Escola de Engenharia da Universidade de São Paulo, SEL-EESC-USP (2011); Especialização LatoSensu em Processamento de imagens pela Universidade de Campinas – UNICAMP (1990); Especialização LatoSensu em Geoprocessamento pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCar (2005); Pesquisador na Embrapa Instrumentação desde 1990; Professor de Porcessamento de Imagens, Computação Gráfica, Inteligência Artificial nas Faculdades UNISEB- COC desde 2006. Tem experiência em Ciência da Computação, atuando no desenvolvimento de softwares de processametno de imagens, sistemas embarcados, dispositivos móveis (PDAs), reconhecimento de padrões e inteligência computacional, Computação Gráfica e softwares com bancos de dados georeferenciados. Experência em diversos projetos aplicados na Agricultura, Agricultura de Precisão, Geoprocessamento, Monitoramento agrícola, sensoriamento remoto, estudo de raízes, folhas, doenças e deficiencias de plantas, desenvolvimento de VANT (veículo aéreo não tripulado) para uso agrícola, Possui mais de 5 patentes e produtos transferidos.

 

12h30 às 14h – Intervalo

14h às 15h – Certificado de aeronavegabilidade e habilitação de pilotos BVLOS pela ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil

Roberto José Silveira Honorato – ANAC
Engenheiro Eletrônico e de Telecomunicações formado pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais; Pós-graduado em Gestão da Aviação Civil pela Universidade de Brasília; Atuou com aviônicos por 10 anos na indústria de manutenção e engenharia; É servidor de carreira do primeiro concurso da ANAC, como Especialista em Regulação da Aviação Civil; Atuou de 2011 a 2015 como Gerente Técnico de Processo Normativo. Atualmente o responsável titular pela Superintendência de Aeronavegabilidade.

 

15h às 15h45 – Mapeamento com Drones: desafios técnicos e regulatórios

Reinaldo Almeida Colares – Horus Geo
Formado em Engenharia Elétrica pela UFMG, possui experiência nos setores de Siderurgia, Energia, Óleo e Gás e desenvolvimentos de plataforma GIS. Sócio diretor da HorusGeo, empresa com atuação no mercado brasileiro e argentino que iniciou as atividades em 2013 na incubadora INOVA/UFMG. Atua no desenvolvimento de soluções e serviços para clientes dos setores de mineração, siderurgia e infraestrutura. Participante assíduo dos Webinars MundoGeo, DroneShow, Forum de Empresários e DroneShow Meetings, procura estar sempre presente nos grupos formadores de opiniões desse mercado no Brasil

 

Paulo Henrique Amorim – Santiago & Cintra Geotecnologias
Engenheiro Cartógrafo formado pela UNESP, mais de 10 anos de experiência em Sensoriamento Remoto e Fotogrametria, recebeu em 2008 o prêmio CREA, em 2012 recebeu o título de Cavaleiro da Ordem da Sociedade Brasileira de Cartografia, atualmente é Gerente de Soluções em Sensoriamento Remoto no Grupo Santiago & Cintra e desenvolve soluções com drones para as áreas geoespacial e agricultura.

 
 

15h45 às 16h15 – Intervalo

16h15 às 17h – Quais as novas demandas no setor de inspeções?

Emílio Hoffman – H3 Dynamics
Engenheiro eletricista pela UFPR, autor do livro A Era do Hidrogênio, das Energias Renováveis e Células a Combustível, e pós-graduando em RPAs (Drones) e VANTs em Aplicações Civis e Comerciais – PUCPR. É co-fundador e diretor de operações na América Latina da H3 Dynamics, empresa com sede matriz em Cingapura e que desenvolve soluções disruptivas que convergem diversas áreas da tecnologia, tais como: células a combustível a hidrogênio ultraleves para drones de longa autonomia, plataformas robóticas para automação de missões remotas de drones, e plataformas de inteligência artificial para processamento dos dados coletados por drones. Também é diretor de desenvolvimento de negócios da H3ZOOM.AI (inteligência artificial) e da HES Energy Systems (células a combustível H2) na América Latina, ambas subsidiárias da H3 Dynamics. É fundador da Brasil H2, empresa fundada em 2003 e dedicada às tecnologias de células a combustível para diversas aplicações.

 

Chase Olsom – DroneConnect
Empreendedor Norte Americano formado em Comércio Exterior pela Universidade de Utah. Desde sua relocação ao Brasil em 2012, Chase tem participado na estruturação de empresas atuando em vários papeis sempre com foco no Business Development. Incentivado muito pelo impacto social – Chase procura sempre focar na criação de novos empregos e soluções inovadoras com maior benefício pra humanidade. Atua hoje como CEO da DroneConnect – empresa especializado em consultoria de pesquisa operacional e desenvolvimento de novas soluções de engenharia com Drones.

 
 
 

17h às 18h – Delivery com drones: demandas, desafios tecnológicos e regulatórios

Samuel Salomão – SMX Systems
Fundador, CEO da SMX Systems. Engenheiro de Software e Mestre em Bioengenharia pela USP São Carlos, trabalhou 12 anos na área de Desenvolvimento de Software, sendo 3 anos nos Estados Unidos. Atualmente atua no desenvolvimento de sistemas de Telemedicina, e sistemas autônomos para o transporte e entrega de medicamentos usando drones.

 
 

Pedro Junior – Saúde Hospitalar
Diretoria comercial das empresas Speed Transportes, Multi Solution Seguros, Eco Polarizer e INEEDS

 
 

Suzane Santana Cotrim – Logística Roche
Engenheira por formação, experiência de 6 anos em Distribuição e Logística nos setores industrial e farmacêutico. Sempre em busca de conhecimento e novos desafios.

 
 

18h às 18h30 – Conclusões e próximos passos do Fórum Empresarial de Drones

Emerson Granemann – MundoGEO
Fundador da MundoGEO, idealizador da feira DroneShow e coordenador do Fórum Empresarial de Drones

 
 
 

 

* Esta programação poderá ser alterada pela organização do evento sem aviso prévio.      

Curso de Processamento de Dados Obtidos com Drones – Básico

7 de novembro – 8h às 12h30

Este minicurso visa apresentar os processamentos digitais de imagens básicos para geração de informações em mapeamentos.

Será abordado o uso de softwares para geração de dados geográficos em estrutura de nuvem de pontos, TIN, raster e curvas de nível. Recomenda-se que os alunos tenham conhecimentos sobre a obtenção de imagens por drones para aerofotogrametria.

Tópicos que serão abordados:
• Conceitos gerais para processamento de imagens obtidas por drones
• Softwares e suas qualidades (Photoscan, Pix4D e Context Capture)
• Uso de pontos de apoio e checagem no processamento de imagens
• Geração e classificação de nuvem de pontos
• Geração de dados TIN, raster e curvas de nível
• Geração de MDT e informações para topografia (perfis, volumetria)
• Geração de MDS e ortomosaicos
• Prevenção e solução de erros e problemas em processamento de imagens
• Avaliação de acurácia e enquadramento na norma INCRA para georreferenciamento de imóveis rurais

Instrutores:

George Longhitano – G drones
Diretor da G drones, é geógrafo e mestre em geoprocessamento pela USP. Estuda e desenvolve aplicações de drones em mapeamentos desde 2005. Possui experiência de doze anos como coordenador de projetos e de nove anos como professor de cursos de graduação e pós-graduação de disciplinas de VANT e drones, sensoriamento remoto, geoprocessamento e cartografia.

 
 

Anderson Jorge – G drones
Engenheiro florestal, mestre em sensoriamento remoto pelo INPE. Possui experiência de três anos em processamento de imagens

 
 
 
 

Curso de Processamento de Dados Obtidos com Drones – Avançado

7 de novembro – 14h às 18h30

A extração de informações a partir de produtos básicos gerados por aerofotogrametria é um diferencial que poucos profissionais atualmente possuem no mercado brasileiro.

Para algumas áreas de atuação, como agricultura e silvicultura, trata-se de um conhecimento praticamente essencial.

Este minicurso visa apresentar técnicas de processamento de imagens mais avançadas para geração e classificação de informações geográficas de forma manual e automática. Recomenda-se que os alunos possuam conhecimentos em geração de MDS, MDT e ortomosaicos por meio de aerofotogrametria com drones.

Tópicos que serão abordados:
• Softwares para processamento de produtos obtidos por fotogrametria por drones
• Análise de histograma e aumento de contraste
• Composições coloridas
• Fotointerpretação, edição vetorial e criação de banco de dados
• Álgebra de bandas e geração de índices de vegetação (ex: NDVI)
• Filtragem em dados matriciais e nuvem de pontos
• Técnicas de classificação de imagens
– Fatiamento
– Classificação supervisionada e não supervisionada
– Segmentação e classificação orientada a objetos
• Elementos de cartografia e edição de layout para entrega de dados

Instrutores:

George Longhitano – G drones
Diretor da G drones, é geógrafo e mestre em geoprocessamento pela USP. Estuda e desenvolve aplicações de drones em mapeamentos desde 2005. Possui experiência de doze anos como coordenador de projetos e de nove anos como professor de cursos de graduação e pós-graduação de disciplinas de VANT e drones, sensoriamento remoto, geoprocessamento e cartografia.

 
 

Anderson Jorge – G drones
Engenheiro florestal, mestre em sensoriamento remoto pelo INPE. Possui experiência de três anos em processamento de imagens

 
 
 
 


Curso de Topografia com o Drone Phantom – Básico

8 de novembro – 8h às 12h30

O curso é voltado aos profissionais da área de agrimensura, cartografia e correlatas que querem iniciar na área de fotogrametria por Drone com o objetivo de usar os dados derivados como insumo ou no desenvolvimento de projetos de mapeamento ou topografia. Neste curso básico serão abordados teoria e exemplos práticos de fotogrametria por Drone, usando o modelo Phantom como exemplo, tipos de câmeras e sensores que podem ser embarcados nestes, além de aprender como proceder como realizar um voo autônomo e gerar produtos cartográficos.

Tópicos que serão abordados:
• Fotogrametria básica
• Tipos de câmeras e sensores a ser embarcados
• Conhecendo as principais funções do Drone Phantom
• APPs para planejamento de voo
• Legislação e normas sobre uso dos Drone
• Planejando um voo (como fazer e quais os melhores parâmetros)
• Qual a configuração de hardware básica para o processamento
• Processamento básico dos dados obtidos por Drone

Instrutor: Danilo A. Rodrigues
Diretor técnico e fundador da empresa GeoSurv Engenharia e Geomática. Empresa provedora de serviços na área de Agrimensura e Cartografia. Engenheiro Cartógrafo formado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP. Atuando há 13 anos no mercado de Geotecnologias.

 
 
 
 

Curso de Topografia com o Drone Phantom – Avançado

8 de novembro – 14h às 18h30

O curso é voltado aos profissionais da área de agrimensura, cartografia e correlatas que já usam os dados provinientes de fotogrametria por Drone no desenvolvimento de projetos de mapeamento e topografia, e querem aprimorar e expandir seus conhecimentos desta tecnologia. Neste curso avançado serão abordados – usando como exemplo o drone Phantom – quais os melhores softwares de planejamento de voo, quais análises estatísticas a ser aplicadas para a validação do produto gerado e quais os melhores parâmetros a serem configurados no software de processamento, levando em consideração a aplicação que os dados serão usados.

Tópicos que serão abordados:
• Usando SRTM no planejamento e no voo
• Como atender a normativa de Georreferenciamento do INCRA usando Drone
• Como implantar pontos de Apoio e de check
• Quais os melhores parâmetros a usar no processamento de dados em área urbana ou rural
• Processando e gerando dados cartográficos
• Como usar os dados 3D para processamento e geração de MDT em software de topografia
• Cálculo volumétrico
• Aplicando testes estatísticos e validando o produto gerado

Instrutor: Danilo A. Rodrigues
Diretor técnico e fundador da empresa GeoSurv Engenharia e Geomática. Empresa provedora de serviços na área de Agrimensura e Cartografia. Engenheiro Cartógrafo formado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP. Atuando há 13 anos no mercado de Geotecnologias.

 
 
 
 

Curso de Inspeções com Drones na Construção Civil – Básico

8 de novembro – 8h às 12h30

Os drones, a partir de sensores embarcados e plataformas digitais de processamento de dados visuais, têm contribuído para a realização de inspeções em diversas áreas, entre elas a construção civil. O drone oferece uma visão geral das atividades de inspeções prediais na construção civil e na gestão de facilities. É um curso indicado para empresas de Engenharia com atividades de inspeções prediais, bem como profissionais dos segmentos de facility management e seguradoras de ativos imobiliários, além de construtoras e empresas de serviços com drones interessadas em inspeções prediais.

Tópicos que serão abordados:
• Introdução aos RPAS (drones) multirotores
• Vantagens e desvantagens da utilização dos RPAS (drones) nas inspeções prediais
• Legislação vigente para RPAS (drones) focada nas atividades de inspeções prediais
• Documentos obrigatórios para as operações com RPAS
• Quais mercados demandam por inspeções prediais com RPAS?
• Principais atividades do fluxo de trabalho com RPAS: da inspeção ao relatório/laudo técnico
• Riscos durante a operação de inspeção. Como mitigá-los?
• Modelos e marcas de RPAS mais adequados e utilizados para a realização das inspeções prediais
• Considerações sobre sensores embarcados em RPAS para fins de inspeções prediais
• Patologias que podem ser analisadas a partir dos dados coletados por RPAS e seus sensores
• Softwares utilizados no mercado
• Estudo de Caso

Instrutor: Emílio Hoffman – H3 Dynamics
Engenheiro eletricista pela UFPR, autor do livro A Era do Hidrogênio, das Energias Renováveis e Células a Combustível, e pós-graduando em RPAs (Drones) e VANTs em Aplicações Civis e Comerciais – PUCPR. É co-fundador e diretor de operações na América Latina da H3 Dynamics, empresa com sede matriz em Cingapura e que desenvolve soluções disruptivas que convergem diversas áreas da tecnologia, tais como: células a combustível a hidrogênio ultraleves para drones de longa autonomia, plataformas robóticas para automação de missões remotas de drones, e plataformas de inteligência artificial para processamento dos dados coletados por drones. Também é diretor de desenvolvimento de negócios da H3ZOOM.AI (inteligência artificial) e da HES Energy Systems (células a combustível H2) na América Latina, ambas subsidiárias da H3 Dynamics. É fundador da Brasil H2, empresa fundada em 2003 e dedicada às tecnologias de células a combustível para diversas aplicações.

 
 

Curso de Inspeções com Drones na Construção Civil – Avançado

8 de novembro – 14h às 18h30

O curso avançado detalha as técnicas de coletas de dados visuais, o uso da inteligência artificial e explora alguns estudos de casos, realizados em Singapura e no Brasil. É um curso indicado para empresas de Engenharia com atividades de inspeções prediais, bem como profissionais dos segmentos de facility management e seguradoras de ativos imobiliários, além de construtoras e empresas de serviços com drones interessadas em inspeções prediais e no ganho de produtividade nas inspeções com drones e análise dos dados.

Tópicos que serão abordados:
• Vantagens e desvantagens da utilização dos RPAS (drones) nas inspeções prediais
• Legislação vigente para RPAS (drones) focada nas atividades de inspeções prediais
• Documentos obrigatórios para as operações com RPAS
• Quais mercados demandam por inspeções prediais com RPAS?
• Principais atividades do fluxo de trabalho com RPAS: da inspeção ao relatório/laudo técnico
• Riscos durante a operação de inspeção. Como mitigá-los?
• Modelos e marcas de RPAS mais adequados e utilizados para a realização das inspeções prediais
• Considerações sobre sensores embarcados em RPAS para fins de inspeções prediais
• Patologias que podem ser analisadas a partir dos dados coletados por RPAS e seus sensores
• Como estimar o número de imagens a serem captadas durante a inspeção?
• Como calcular a resolução dos pixels na fachada a partir das características do sensor e da proximidade da fachada?
• Normas da Engenharia
• Considerações sobre dispositivos de segurança e comunicação relevantes nos RPAS para inspeções prediais
• Planos de voo para inspeções verticais
• Como melhorar a produtividade nos serviços com drones para fins de inspeções prediais? (da coleta ao processamento, mapeamento de patologias e relatório final)
• Softwares utilizados no mercado e metodologias de trabalho.
• Como a inteligência artificial facilita o fluxo de trabalho do perito e da equipe de manutenção?
• Explorando a plataforma digital H3ZOOM
• Estudos de Caso
• Tendências tecnológicas e inovações no segmento de inspeções a partir de drones

Instrutor: Emílio Hoffman – H3 Dynamics
Engenheiro eletricista pela UFPR, autor do livro A Era do Hidrogênio, das Energias Renováveis e Células a Combustível, e pós-graduando em RPAs (Drones) e VANTs em Aplicações Civis e Comerciais – PUCPR. É co-fundador e diretor de operações na América Latina da H3 Dynamics, empresa com sede matriz em Cingapura e que desenvolve soluções disruptivas que convergem diversas áreas da tecnologia, tais como: células a combustível a hidrogênio ultraleves para drones de longa autonomia, plataformas robóticas para automação de missões remotas de drones, e plataformas de inteligência artificial para processamento dos dados coletados por drones. Também é diretor de desenvolvimento de negócios da H3ZOOM.AI (inteligência artificial) e da HES Energy Systems (células a combustível H2) na América Latina, ambas subsidiárias da H3 Dynamics. É fundador da Brasil H2, empresa fundada em 2003 e dedicada às tecnologias de células a combustível para diversas aplicações.

 
 

DroneShow PLUS – 6 a 8 de novembro de 2018

Hotel Travel Inn – Rua Borges Lagoa, 1.179 – São Paulo – SP – Brasil

Descontos especiais para participantes do evento em hospedagnes no hotel | (11) 5081-8822

Cada Curso ou Fórum: de R$ 490,00 por R$ 390,00

Parcele em até 6x sem juros no cartão de crédito

* Oferta válida até 30 de setembro de 2018

Para participar dos cursos e dos fóruns, consulte a programação completa acima e faça sua inscrição antecipada aproveitando os preços promocionais (vagas limitadas!). Para visitar a Mostra de Tecnologia, a entrada é livre, mas é necessário fazer sua inscrição antecipadamente aqui.

Entre em contato:
Telefones: (41) 3338-7789 | (11) 4063-8848
E-mail: atendimento@mundogeo.com | WhatsApp (41) 999-191-357

Apoio

Planta da Mostra de Tecnologia e Expositores