Airbus usa drone para otimizar tempo gasto em inspeção de aviões

drone_airbus

Foto: Divulgação/Airbus

A Airbus e a empresa americana de tecnologia Intel estão testando o uso de drones adaptados para inspecionar possíveis falhas de componentes ou detectar danos em aviões antes de serem entregues aos clientes.

Atualmente, uma vistoria do tipo é feita por funcionários da empresa e leva, em média, 2 horas. Com o drone, o tempo é reduzido para 15 minutos.

As duas empresas adaptaram um AscTec Falcon 8, usado principalmente em levantamentos topográficos. O drone recebeu câmeras capazes de fazer uma série de imagens com uma resolução de 42 megapixels.

Para a tarefa de inspeção, o drone é programado para percorrer uma “rota” predeterminada em torno do avião e tirar uma sequência de fotos da aeronave. A primeira demonstração aconteceu na semana passada, em uma feira de aviação na Inglaterra.

Em média, 150 imagens são capturadas e enviadas a um programa de computador que as “encaixa” em um protótipo virtual do avião. Nele, é possível aumentar determinadas áreas para olhar mais de perto possíveis falhas.

Segundo a Airbus, o objetivo da nova tecnologia é otimizar o tempo usado para inspecionar os aviões antes de serem entregues aos clientes.

Capacitação e Empreendedorismo com Drones

Atendendo a pedidos, serão realizados 8 cursos de capacitação em várias áreas relacionadas aos veículos aéreos não tripulados no DroneShow Online, de agosto a dezembro, com alguns dos maiores especialistas do setor. Confira a programação completa do DroneShow Online e garanta sua vaga! E no dia 4 de agosto será realizada a segunda edição do Fórum de Integração Empresarial do Setor de Drones, desta vez no formato online, para reunir os empreendedores em torno dos rumos do mercado. Veja como fazer parte deste grupo e nos vemos lá!

Fonte: UOL Economia