DroneShow PLUS – 6 a 8 de novembro de 2018

Hotel Travel Inn – Rua Borges Lagoa, 1.179 – São Paulo – SP – Brasil

O DroneShow PLUS é um evento completo para iniciantes e iniciados, pois reúne o 6º Fórum Empresarial de Drones, 4 cursos básicos, 4 avançados e uma mostra de drones, tecnologia embarcada, softwares de processamento e prestadores de serviços.

Quem promove o evento? A MundoGEO, empresa de comunicação cujo propósito no setor de Drones é promover seu crescimento sustentável, focado nos pilares profissionalismo, rentabilidade, inovação e segurança dos envolvidos.

Qual o objetivo do evento? Proporcionar atualização tecnológica, troca de experiências, integração com entidades reguladoras, fortalecimento do ambiente empresarial e aproximação com a comunidade que precisa da tecnologia.

Quem deve participar no evento? Especialistas, entidades reguladoras e profissionais ligados aos setores de infraestrutura, agricultura, florestal, meio ambiente, segurança, inspeções, mineração e gestão pública, além de empresários do setor de drones.

O que é a Mostra de Tecnologia? Em paralelo à programação do evento, acontece no hotel uma minifeira com empresas da cadeia produtiva do setor de drones, formada por fabricantes, importadores, desenvolvedores de softwares e prestadores de serviços.

Como participar? Para participar dos cursos e dos fóruns, consulte a programação completa abaixo e faça sua inscrição antecipada aproveitando os preços promocionais (vagas limitadas!). Para visitar a Mostra de Tecnologia, a entrada é livre, mas é necessário fazer sua inscrição antecipadamente aqui.

Cada Curso ou Fórum: R$ 490,00

Parcele em até 6x sem juros no cartão de crédito

Entre em contato:
Telefones: (41) 3338-7789 | (11) 4063-8848
E-mail: atendimento@mundogeo.com | WhatsApp (41) 999-191-357

Patrocínio

Conheça a Programação:

Curso de Drones para Mapeamento – Básico

6 de novembro – 8h às 12h30

Fique por dentro da legislação, mercado e precificação para serviços.

Este minicurso apresentará as principais leis e normas pertinentes ao uso de drones em mapeamentos, além de uma visão panorâmica sobre o mercado de drones em mapeamento no Brasil.

Ao final, serão apresentados exemplos de precificação de serviços por meio de drones e os desafios deste mercado ainda em amadurecimento.

Tópicos que serão abordados:
• Legislação incidente – ANATEL, ANAC, DECEA, Ministério da Defesa e INCRA
• Procedimentos legais para realização de voos
• Mercado de mapeamento por meio de drones no mundo e no Brasil
• Exemplos de aplicações de drones em mapeamento:
– Topografia
– Construção civil e as built
– Mineração
– Licenciamento e monitoramento ambiental
– Agricultura e silvicultura
– Feições lineares (APPs, rodovias, ferrovias, linhas de transmissão, dutos)
– Áreas urbanas (cadastro multifinalitário e fiscalização)
• Mercado de mapeamento por meio de drones
• Precificação de serviços
• Desafios legais, técnicos e comerciais no mercado

Instrutores:

George Longhitano – G drones
Diretor da G drones, é geógrafo e mestre em geoprocessamento pela USP. Estuda e desenvolve aplicações de drones em mapeamentos desde 2005. Possui experiência de doze anos como coordenador de projetos e de nove anos como professor de cursos de graduação e pós-graduação de disciplinas de VANT e drones, sensoriamento remoto, geoprocessamento e cartografia.

 
 

Anderson Jorge – G drones
Engenheiro florestal, mestre em sensoriamento remoto pelo INPE. Possui experiência de três anos em processamento de imagens.

 
 
 
 

Curso de Drones para Mapeamento – Avançado

6 de novembro – 14h às 18h30

Fique por dentro das plataformas, sensores e captação de imagens para mapeamento por meio de drones.

Hoje, existem diversas plataformas e sensores disponíveis para mapeamento com drones. Mas qual aeronave e sensor escolher?

A coleta de dados em campo e fotografas aéreas por meio de voos com drones é uma etapa fundamental para geração de mapas com qualidade. Como realizar os voos e a coleta de pontos de apoio de modo a garantir a excelência no levantamento?

Este minicurso busca fornecer subsídios para que cada aluno consiga responder estas questões de acordo com o escopo de seus projetos e possa iniciar seus trabalhos de mapeamento por meio de drones.

Tópicos que serão abordados:
• Características e especificações de drones para mapeamento
• Multirrotores e asas fixas – diferenças e qualidades
• Conceitos em sensoriamento remoto e resoluções de sensores
• Câmeras e sensores disponíveis para embarcar em drones
• Configuração de drone e câmera para mapeamento
• Conceitos de aerofotogrametria (estereoscopia, paralaxe, sobreposição entre fotografias e cálculo de GSD)
• Aplicativos para planejamento de missões automáticas para DJI e Pixhawk
• Preparação de planos de voos
• Prevenção e solução de erros e problemas na operação de drones para mapeamentos
• Captação e uso de pontos de apoio e checagem em fotogrametria
• Processamento para checagem de alinhamento entre fotos

Instrutores:

George Longhitano – G drones
Diretor da G drones, é geógrafo e mestre em geoprocessamento pela USP. Estuda e desenvolve aplicações de drones em mapeamentos desde 2005. Possui experiência de doze anos como coordenador de projetos e de nove anos como professor de cursos de graduação e pós-graduação de disciplinas de VANT e drones, sensoriamento remoto, geoprocessamento e cartografia.

 
 

Anderson Jorge – G drones
Engenheiro florestal, mestre em sensoriamento remoto pelo INPE. Possui experiência de três anos em processamento de imagens.

 
 
 
 

Curso de Drones para Agricultura – Básico

6 de novembro – 8h às 12h30

Hoje, os drones são aliados na Agricultura, com ganhos de produtividade e redução de custos.
Neste curso básico será detalhado o ciclo de agricultura de precisão, desde os métodos de sensoriamento remoto até processamento de dados, com foco nos conceitos e na escolha de equipamentos, acessórios e softwares.
Este é um treinamento indicado para quem já tenha conhecimentos básicos sobre drones e tenha interesse em uma introdução ao uso de drones na Agricultura.

Tópicos que serão abordados:
• O ciclo de agricultura de precisão na agricultura
– Sensoriamento
– Análise
– Atuação
• Métodos de sensoriamento remoto na agricultura de precisão
– Histórico do sensoriamento remoto com drones
– Como selecionar seu drone para sensoriamento na Agricultura de Precisão
– Como selecionar os sensores e outros acessórios na Agricultura de Precisão
• Métodos de processamento de dados para agricultura de precisão
– Softwares de cálculo de índices
– Softwares de classificação orientada a objetos
• Métodos de atuação da agricultura de precisão
– Histórico da atuação do sensoriamento com drones
– Como selecionar seu drone para atuação na Agricultura de Precisão
– Como selecionar os acessórios para atuação na Agricultura de Precisão
• Métodos de processamento de dados para agricultura de precisão
– Aplicação de agentes biológicos
– Aplicação de agentes químicos

GiovaniInstrutor: Giovani Amianti
Engenheiro mecatrônico formado pela Poli-USP e mestre em sistemas aviônicos de RPAS pela Poli-USP. Iniciou o desenvolvimento de drones em 2004 e em 2007 fundou a XMobots. Esteve à frente de projetos já consagrados no mercado nacional de RPAS, como os drones Nauru 500x, que foi o primeiro avião não tripulado privado do Brasil autorizado a voar pela ANAC além do Echar 20x recentemente utilizado pelo INCRA para georreferenciamento de imóveis rurais e Arator 5x que se consolidou no mercado sucroalcooleiro. Atualmente é o CEO da XMobots, considerada uma das líderes na América Latina do segmento de Drones para Agricultura.
 
 
 

Curso de Drones para Agricultura – Avançado

6 de novembro – 14h às 18h30

O uso avançado de drones na Agricultura, além de ganhos de produtividade e redução de custos, gera continuamente dados para tomada de decisão no futuro.
Neste curso avançado serão detalhados três cases do uso de drones na Agricultura: cana de açúcar, silvicultura/citricultura/cafeicultura e grãos.
Este é um treinamento indicado para quem já tenha conhecimentos básicos sobre drones na Agricultura e tenha interesse em se aprofundar no tema através de estudos de caso.

Tópicos que serão abordados:
• Estudo de caso 1 – Cana de açúcar
– Cálculo de volume de bagaço de cana
– Análise de topografia, fluxo de enxurrada, definição de pontos críticos de erosão, projeto de terraços e de escoamento superficial difuso
– Restituição de linhas de plantio para projeto logístico de tiro de colheita e georreferenciamento de colheita automática
– Localização de falhas de plantio pelo método de Stolf
– Análise fitossanitária nas fases de perfilamento e maturação
– Matologia – identificação e tratamento de invasoras nas fases de perfilamento e maturação
• Estudo de caso 2 – Silvicultura, Citricultura e Cafeicultura
– Contagem de indivíduos
– Cálculo de diâmetro de copa
– Cálculo de falhas de plantio
– Análise fitossanitária (ex. phytophthora, greening, etc)
– Matologia (identificação e tratamento de invasoras)
• Estudo de caso 3 – Grãos
– Estimativa de déficit nutritivo
– Cálculo de necessidade de nitrogênio e avaliação de resultados na aplicação de nitrogênio
– Análise fitossanitária (ex. nematóides, mosaico de trigo, ferrugem de cabeça, etc)
– Matologia (identificação e tratamento de invasoras)

GiovaniInstrutor: Giovani Amianti
Engenheiro mecatrônico formado pela Poli-USP e mestre em sistemas aviônicos de RPAS pela Poli-USP. Iniciou o desenvolvimento de drones em 2004 e em 2007 fundou a XMobots. Esteve à frente de projetos já consagrados no mercado nacional de RPAS, como os drones Nauru 500x, que foi o primeiro avião não tripulado privado do Brasil autorizado a voar pela ANAC além do Echar 20x recentemente utilizado pelo INCRA para georreferenciamento de imóveis rurais e Arator 5x que se consolidou no mercado sucroalcooleiro. Atualmente é o CEO da XMobots, considerada uma das líderes na América Latina do segmento de Drones para Agricultura.
 
 
 



6º Fórum Empresarial de Drones

7 de novembro – 9h às 18h30

Este Fórum apresenta uma continuidade da sequência de encontros da comunidade empresarial que acontece desde 2016, duas vezes ao ano.

Estes encontros semestrais têm o objetivo de estreitar o relacionamento dos empresários com as entidades reguladoras, promovendo um ‘tira-dúvidas’ e propondo ajustes sobre a atual regulamentação.

Neste ambiente são discutidos também novos modelos de negócios, conhecidas as novas demandas do mercado e promovidas cooperações entre as empresas do setor de drones.

Além disso, este Fórum se apresenta como um elo de ligação e união das associações do setor de drones já existentes no Brasil.

Programação

Moderador do Fórum: Emerson Granemann
Fundador da MundoGEO, idealizador da feira DroneShow e coordenador do Fórum Empresarial de Drones.

 
 
 

9h às 9h20 – Mercado de Drones no Brasil e no Mundo

Emerson Granemann – Diretor da MundoGEO

9h20 às 9h40 – Apresentação das ações realizadas pelas Associações do setor

Lincoln Kadota – ABM
Fundador e Diretor da Airdroneview. Presidente da ABM – Associação Brasileira de Multirrotores. Ganhador do 1º Festival de Filmes DroneShow.

 
 

Amaury Oliveira – Presidente da ABPR
Associação Baiana de Pilotos Remotos.

 
 

Francisco Faria Feitoza Junior – ASPR
Presidente da ASPR – Associação Sergipana de Pilotos Remotos. Jornalista de profissão, instrutor de voo RPA, escreve para sites e blogs sobre trânsito, náutica e aviação, também é especialista em TI.

 
 

9h40 às 10h – Resumo dos Projetos de Lei que tramitam em Brasília Relacionados a Drones

Tércio Chaves – OAB SP
Piloto de linha aérea ANAC/FAA. Palestrante temas aeronáuticos e tributários. Advogado inscrito na Ordem dos Advogados Do Brasil – SP. Membro efetivo da Comissão de Direito Aeronáutico da Ordem dos Advogados do Brasil – SP. Membro da Aircraft Owners and Pilots Association (AOPA).

 
 

10h às 11h – Avaliações e recomendações do DECEA – Departamento de Controle do Espaço Aéreo

Coronel Aviador Jorge Humberto Vargas Rainho (DECEA)
Praça de 01 FEV 1990; Piloto de Caça, com aproximadamente 1.600 horas de voo; Aeronaves voadas: TZ-13, Z-16, T-25, T-27, AT-26, F-5E/F, C-95 e C-97; Instrutor das aeronaves: T-25 e AT-26; Cursos de Carreira: Curso de Tática Aérea (1997), Curso de Formação de Pilotos de Combate (1997), Curso de Aperfeiçoamento de Oficias (2006) e Curso de Comando e Estado-Maior (2016); Principais Cursos: Oficial de Segurança de Voo, Líder de Esquadrilha de Caça e Chefe-Controlador; Funções Atuais: Chefe da Seção de Planejamento de Operações Militares do SDPO do DECEA e Coordenador RPAS no âmbito do DECEA.

 
 

11h às 11h30 – Intervalo

11h30 às 12h30 – Quais as novas demandas no setor de agricultura e florestal?

Bruno Holtz Gemignani – 3DGEO
Engenheiro de Controle e Automação, fundador da 3DGEO Monitoramento Agrícola com RPAS (Drones).

 
 
 

GiovaniGiovani Amianti
Engenheiro mecatrônico formado pela Poli-USP e mestre em sistemas aviônicos de RPAS pela Poli-USP. Iniciou o desenvolvimento de drones em 2004 e em 2007 fundou a XMobots. Esteve à frente de projetos já consagrados no mercado nacional de RPAS, como os drones Nauru 500x, que foi o primeiro avião não tripulado privado do Brasil autorizado a voar pela ANAC além do Echar 20x recentemente utilizado pelo INCRA para georreferenciamento de imóveis rurais e Arator 5x que se consolidou no mercado sucroalcooleiro. Atualmente é o CEO da XMobots, considerada uma das líderes na América Latina do segmento de Drones para Agricultura.

 

Fabrício Hertz – Horus Aeronaves
CEO e co-fundador da Horus, empresa especializadas em tecnologia de mapeamento com drones. Formado em engenharia mecânica pela Universidade Federal de Santa Catarina, com especialidade em aeronaves não tripuladas e sistemas embarcados inteligentes. Formação complementar em gestão de negócios inovadores e gestão de equipes.

 
 
 

Lucio Andre De Castro Jorge – Embrapa
Possui graduação em Engenharia Elétrica – Eletrônica e Eletrotécnica na Faculdade de Engenharia de Barretos (1987); Mestrado em Matemática Computacional e Ciência da Computação pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da Universidade de São Paulo, ICMC-USP (2001); Doutorado em Processamento de Sinais e Instrumentação pela Escola de Engenharia da Universidade de São Paulo, SEL-EESC-USP (2011); Especialização LatoSensu em Processamento de imagens pela Universidade de Campinas – UNICAMP (1990); Especialização LatoSensu em Geoprocessamento pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCar (2005); Pesquisador na Embrapa Instrumentação desde 1990; Professor de Porcessamento de Imagens, Computação Gráfica, Inteligência Artificial nas Faculdades UNISEB- COC desde 2006. Tem experiência em Ciência da Computação, atuando no desenvolvimento de softwares de processametno de imagens, sistemas embarcados, dispositivos móveis (PDAs), reconhecimento de padrões e inteligência computacional, Computação Gráfica e softwares com bancos de dados georeferenciados. Experência em diversos projetos aplicados na Agricultura, Agricultura de Precisão, Geoprocessamento, Monitoramento agrícola, sensoriamento remoto, estudo de raízes, folhas, doenças e deficiencias de plantas, desenvolvimento de VANT (veículo aéreo não tripulado) para uso agrícola, Possui mais de 5 patentes e produtos transferidos.

 

12h30 às 14h – Intervalo

14h às 15h – Certificado de aeronavegabilidade e habilitação de pilotos BVLOS pela ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil

José Freire – ANAC

 
 
 
 

15h às 15h45 – Mapeamento com Drones: desafios técnicos e regulatórios

Reinaldo Almeida Colares – Horus Geo
Formado em Engenharia Elétrica pela UFMG, possui experiência nos setores de Siderurgia, Energia, Óleo e Gás e desenvolvimentos de plataforma GIS. Sócio diretor da HorusGeo, empresa com atuação no mercado brasileiro e argentino que iniciou as atividades em 2013 na incubadora INOVA/UFMG. Atua no desenvolvimento de soluções e serviços para clientes dos setores de mineração, siderurgia e infraestrutura. Participante assíduo dos Webinars MundoGEO, DroneShow, Forum de Empresários e DroneShow Meetings, procura estar sempre presente nos grupos formadores de opiniões desse mercado no Brasil.

 

Paulo Henrique Amorim – Santiago & Cintra Geotecnologias
Engenheiro Cartógrafo formado pela UNESP, mais de 10 anos de experiência em Sensoriamento Remoto e Fotogrametria, recebeu em 2008 o prêmio CREA, em 2012 recebeu o título de Cavaleiro da Ordem da Sociedade Brasileira de Cartografia, atualmente é Gerente de Soluções em Sensoriamento Remoto no Grupo Santiago & Cintra e desenvolve soluções com drones para as áreas geoespacial e agricultura.

 
 

15h45 às 16h15 – Intervalo

16h15 às 17h – Quais as novas demandas no setor de inspeções?

Emílio Hoffman – H3 Dynamics
Engenheiro eletricista pela UFPR, autor do livro A Era do Hidrogênio, das Energias Renováveis e Células a Combustível, e pós-graduando em RPAs (Drones) e VANTs em Aplicações Civis e Comerciais – PUCPR. É co-fundador e diretor de operações na América Latina da H3 Dynamics, empresa com sede matriz em Cingapura e que desenvolve soluções disruptivas que convergem diversas áreas da tecnologia, tais como: células a combustível a hidrogênio ultraleves para drones de longa autonomia, plataformas robóticas para automação de missões remotas de drones, e plataformas de inteligência artificial para processamento dos dados coletados por drones. Também é diretor de desenvolvimento de negócios da H3ZOOM.AI (inteligência artificial) e da HES Energy Systems (células a combustível H2) na América Latina, ambas subsidiárias da H3 Dynamics. É fundador da Brasil H2, empresa fundada em 2003 e dedicada às tecnologias de células a combustível para diversas aplicações.

 

17h às 18h – Delivery com drones: demandas, desafios tecnológicos e regulatórios

Samuel Salomão – SMX Systems
Fundador, CEO da SMX Systems. Engenheiro de Software e Mestre em Bioengenharia pela USP São Carlos, trabalhou 12 anos na área de Desenvolvimento de Software, sendo 3 anos nos Estados Unidos. Atualmente atua no desenvolvimento de sistemas de Telemedicina, e sistemas autônomos para o transporte e entrega de medicamentos usando drones.

 

Pedro Junior – Saúde Hospitalar
Diretoria comercial das empresas Speed Transportes, Multi Solution Seguros, Eco Polarizer e INEEDS.

 
 

Suzane Santana Cotrim – Logística Roche
Engenheira por formação, experiência de 6 anos em Distribuição e Logística nos setores industrial e farmacêutico. Sempre em busca de conhecimento e novos desafios.

 

Leonisa Scholz Obrusnik – Hospital Alemão Oswaldo Cruz
Gerente de suprimentos do Hospital Alemão Oswaldo Cruz e Coordenadora do comitê de relações com fornecedores da ANAHP. É docente de Logística na Faculdade de Educação e Ciências da Saúde de São Paulo. Possui bacharelado em Relações Públicas pela Unisinos, Pós Graduação em Gestão Empresarial pela PUC/RS, Gestão em Negociação e Gestão para Formação de Executivos (Unisinos), e MBA em Gestão das Organizações de Saúde pela FIA/SP.

 

18h às 18h30 – Conclusões e próximos passos do Fórum Empresarial de Drones

Emerson Granemann – MundoGEO
Fundador da MundoGEO, idealizador da feira DroneShow e coordenador do Fórum Empresarial de Drones.

 
 
 

 

* Esta programação poderá ser alterada pela organização do evento sem aviso prévio.      

Curso de Processamento de Dados Obtidos com Drones – Básico

7 de novembro – 8h às 12h30

Este minicurso visa apresentar os processamentos digitais de imagens básicos para geração de informações em mapeamentos.

Será abordado o uso de softwares para geração de dados geográficos em estrutura de nuvem de pontos, TIN, raster e curvas de nível. Recomenda-se que os alunos tenham conhecimentos sobre a obtenção de imagens por drones para aerofotogrametria.

Tópicos que serão abordados:
• Conceitos gerais para processamento de imagens obtidas por drones
• Softwares e suas qualidades (Photoscan, Pix4D e Context Capture)
• Uso de pontos de apoio e checagem no processamento de imagens
• Geração e classificação de nuvem de pontos
• Geração de dados TIN, raster e curvas de nível
• Geração de MDT e informações para topografia (perfis, volumetria)
• Geração de MDS e ortomosaicos
• Prevenção e solução de erros e problemas em processamento de imagens
• Avaliação de acurácia e enquadramento na norma INCRA para georreferenciamento de imóveis rurais

Instrutores:

George Longhitano – G drones
Diretor da G drones, é geógrafo e mestre em geoprocessamento pela USP. Estuda e desenvolve aplicações de drones em mapeamentos desde 2005. Possui experiência de doze anos como coordenador de projetos e de nove anos como professor de cursos de graduação e pós-graduação de disciplinas de VANT e drones, sensoriamento remoto, geoprocessamento e cartografia.

 
 

Anderson Jorge – G drones
Engenheiro florestal, mestre em sensoriamento remoto pelo INPE. Possui experiência de três anos em processamento de imagens.

 
 
 
 

Curso de Processamento de Dados Obtidos com Drones – Avançado

7 de novembro – 14h às 18h30

A extração de informações a partir de produtos básicos gerados por aerofotogrametria é um diferencial que poucos profissionais atualmente possuem no mercado brasileiro.

Para algumas áreas de atuação, como agricultura e silvicultura, trata-se de um conhecimento praticamente essencial.

Este minicurso visa apresentar técnicas de processamento de imagens mais avançadas para geração e classificação de informações geográficas de forma manual e automática. Recomenda-se que os alunos possuam conhecimentos em geração de MDS, MDT e ortomosaicos por meio de aerofotogrametria com drones.

Tópicos que serão abordados:
• Softwares para processamento de produtos obtidos por fotogrametria por drones
• Análise de histograma e aumento de contraste
• Composições coloridas
• Fotointerpretação, edição vetorial e criação de banco de dados
• Álgebra de bandas e geração de índices de vegetação (ex: NDVI)
• Filtragem em dados matriciais e nuvem de pontos
• Técnicas de classificação de imagens
– Fatiamento
– Classificação supervisionada e não supervisionada
– Segmentação e classificação orientada a objetos
• Elementos de cartografia e edição de layout para entrega de dados

Instrutores:

George Longhitano – G drones
Diretor da G drones, é geógrafo e mestre em geoprocessamento pela USP. Estuda e desenvolve aplicações de drones em mapeamentos desde 2005. Possui experiência de doze anos como coordenador de projetos e de nove anos como professor de cursos de graduação e pós-graduação de disciplinas de VANT e drones, sensoriamento remoto, geoprocessamento e cartografia.

 
 

Anderson Jorge – G drones
Engenheiro florestal, mestre em sensoriamento remoto pelo INPE. Possui experiência de três anos em processamento de imagens.

 
 
 
 


Curso de Topografia com o Drone Phantom – Básico

8 de novembro – 8h às 12h30

O curso é voltado aos profissionais da área de agrimensura, cartografia e correlatas que querem iniciar na área de fotogrametria por Drone com o objetivo de usar os dados derivados como insumo ou no desenvolvimento de projetos de mapeamento ou topografia. Neste curso básico serão abordados teoria e exemplos práticos de fotogrametria por Drone, usando o modelo Phantom como exemplo, tipos de câmeras e sensores que podem ser embarcados nestes, além de aprender como proceder como realizar um voo autônomo e gerar produtos cartográficos.

Tópicos que serão abordados:
• Fotogrametria básica
• Tipos de câmeras e sensores a ser embarcados
• Conhecendo as principais funções do Drone Phantom
• APPs para planejamento de voo
• Legislação e normas sobre uso dos Drone
• Planejando um voo (como fazer e quais os melhores parâmetros)
• Qual a configuração de hardware básica para o processamento
• Processamento básico dos dados obtidos por Drone

Instrutor: Danilo A. Rodrigues
Diretor técnico e fundador da empresa GeoSurv Engenharia e Geomática. Empresa provedora de serviços na área de Agrimensura e Cartografia. Engenheiro Cartógrafo formado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP. Atuando há 13 anos no mercado de Geotecnologias.

 
 
 
 

Curso de Topografia com o Drone Phantom – Avançado

8 de novembro – 14h às 18h30

O curso é voltado aos profissionais da área de agrimensura, cartografia e correlatas que já usam os dados provinientes de fotogrametria por Drone no desenvolvimento de projetos de mapeamento e topografia, e querem aprimorar e expandir seus conhecimentos desta tecnologia. Neste curso avançado serão abordados – usando como exemplo o drone Phantom – quais os melhores softwares de planejamento de voo, quais análises estatísticas a ser aplicadas para a validação do produto gerado e quais os melhores parâmetros a serem configurados no software de processamento, levando em consideração a aplicação que os dados serão usados.

Tópicos que serão abordados:
• Usando SRTM no planejamento e no voo
• Como atender a normativa de Georreferenciamento do INCRA usando Drone
• Como implantar pontos de Apoio e de check
• Quais os melhores parâmetros a usar no processamento de dados em área urbana ou rural
• Processando e gerando dados cartográficos
• Como usar os dados 3D para processamento e geração de MDT em software de topografia
• Cálculo volumétrico
• Aplicando testes estatísticos e validando o produto gerado

Instrutor: Danilo A. Rodrigues
Diretor técnico e fundador da empresa GeoSurv Engenharia e Geomática. Empresa provedora de serviços na área de Agrimensura e Cartografia. Engenheiro Cartógrafo formado pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP. Atuando há 13 anos no mercado de Geotecnologias.

 
 
 
 

Curso de Inspeções com Drones na Construção Civil – Básico

8 de novembro – 8h às 12h30

Os drones, a partir de sensores embarcados e plataformas digitais de processamento de dados visuais, têm contribuído para a realização de inspeções em diversas áreas, entre elas a construção civil. O drone oferece uma visão geral das atividades de inspeções prediais na construção civil e na gestão de facilities. É um curso indicado para empresas de Engenharia com atividades de inspeções prediais, bem como profissionais dos segmentos de facility management e seguradoras de ativos imobiliários, além de construtoras e empresas de serviços com drones interessadas em inspeções prediais.

Tópicos que serão abordados:
• Introdução aos RPAS (drones) multirotores
• Vantagens e desvantagens da utilização dos RPAS (drones) nas inspeções prediais
• Legislação vigente para RPAS (drones) focada nas atividades de inspeções prediais
• Documentos obrigatórios para as operações com RPAS
• Quais mercados demandam por inspeções prediais com RPAS?
• Principais atividades do fluxo de trabalho com RPAS: da inspeção ao relatório/laudo técnico
• Riscos durante a operação de inspeção. Como mitigá-los?
• Modelos e marcas de RPAS mais adequados e utilizados para a realização das inspeções prediais
• Considerações sobre sensores embarcados em RPAS para fins de inspeções prediais
• Patologias que podem ser analisadas a partir dos dados coletados por RPAS e seus sensores
• Softwares utilizados no mercado
• Estudo de Caso

Instrutor: Emílio Hoffman – H3 Dynamics
Engenheiro eletricista pela UFPR, autor do livro A Era do Hidrogênio, das Energias Renováveis e Células a Combustível, e pós-graduando em RPAs (Drones) e VANTs em Aplicações Civis e Comerciais – PUCPR. É co-fundador e diretor de operações na América Latina da H3 Dynamics, empresa com sede matriz em Cingapura e que desenvolve soluções disruptivas que convergem diversas áreas da tecnologia, tais como: células a combustível a hidrogênio ultraleves para drones de longa autonomia, plataformas robóticas para automação de missões remotas de drones, e plataformas de inteligência artificial para processamento dos dados coletados por drones. Também é diretor de desenvolvimento de negócios da H3ZOOM.AI (inteligência artificial) e da HES Energy Systems (células a combustível H2) na América Latina, ambas subsidiárias da H3 Dynamics. É fundador da Brasil H2, empresa fundada em 2003 e dedicada às tecnologias de células a combustível para diversas aplicações.

 
 

Curso de Inspeções com Drones na Construção Civil – Avançado

8 de novembro – 14h às 18h30

O curso avançado detalha as técnicas de coletas de dados visuais, o uso da inteligência artificial e explora alguns estudos de casos, realizados em Singapura e no Brasil. É um curso indicado para empresas de Engenharia com atividades de inspeções prediais, bem como profissionais dos segmentos de facility management e seguradoras de ativos imobiliários, além de construtoras e empresas de serviços com drones interessadas em inspeções prediais e no ganho de produtividade nas inspeções com drones e análise dos dados.

Tópicos que serão abordados:
• Vantagens e desvantagens da utilização dos RPAS (drones) nas inspeções prediais
• Legislação vigente para RPAS (drones) focada nas atividades de inspeções prediais
• Documentos obrigatórios para as operações com RPAS
• Quais mercados demandam por inspeções prediais com RPAS?
• Principais atividades do fluxo de trabalho com RPAS: da inspeção ao relatório/laudo técnico
• Riscos durante a operação de inspeção. Como mitigá-los?
• Modelos e marcas de RPAS mais adequados e utilizados para a realização das inspeções prediais
• Considerações sobre sensores embarcados em RPAS para fins de inspeções prediais
• Patologias que podem ser analisadas a partir dos dados coletados por RPAS e seus sensores
• Como estimar o número de imagens a serem captadas durante a inspeção?
• Como calcular a resolução dos pixels na fachada a partir das características do sensor e da proximidade da fachada?
• Normas da Engenharia
• Considerações sobre dispositivos de segurança e comunicação relevantes nos RPAS para inspeções prediais
• Planos de voo para inspeções verticais
• Como melhorar a produtividade nos serviços com drones para fins de inspeções prediais? (da coleta ao processamento, mapeamento de patologias e relatório final)
• Softwares utilizados no mercado e metodologias de trabalho.
• Como a inteligência artificial facilita o fluxo de trabalho do perito e da equipe de manutenção?
• Explorando a plataforma digital H3ZOOM
• Estudos de Caso
• Tendências tecnológicas e inovações no segmento de inspeções a partir de drones

Instrutor: Emílio Hoffman – H3 Dynamics
Engenheiro eletricista pela UFPR, autor do livro A Era do Hidrogênio, das Energias Renováveis e Células a Combustível, e pós-graduando em RPAs (Drones) e VANTs em Aplicações Civis e Comerciais – PUCPR. É co-fundador e diretor de operações na América Latina da H3 Dynamics, empresa com sede matriz em Cingapura e que desenvolve soluções disruptivas que convergem diversas áreas da tecnologia, tais como: células a combustível a hidrogênio ultraleves para drones de longa autonomia, plataformas robóticas para automação de missões remotas de drones, e plataformas de inteligência artificial para processamento dos dados coletados por drones. Também é diretor de desenvolvimento de negócios da H3ZOOM.AI (inteligência artificial) e da HES Energy Systems (células a combustível H2) na América Latina, ambas subsidiárias da H3 Dynamics. É fundador da Brasil H2, empresa fundada em 2003 e dedicada às tecnologias de células a combustível para diversas aplicações.

 
 

DroneShow PLUS – 6 a 8 de novembro de 2018

Hotel Travel Inn – Rua Borges Lagoa, 1.179 – São Paulo – SP – Brasil

Descontos especiais para participantes do evento em hospedagnes no hotel | (11) 5081-8822

Cada Curso ou Fórum: R$ 490,00

Parcele em até 6x sem juros no cartão de crédito

Para participar dos cursos e dos fóruns, consulte a programação completa acima e faça sua inscrição antecipada aproveitando os preços promocionais (vagas limitadas!). Para visitar a Mostra de Tecnologia, a entrada é livre, mas é necessário fazer sua inscrição antecipadamente aqui.

Entre em contato:
Telefones: (41) 3338-7789 | (11) 4063-8848
E-mail: atendimento@mundogeo.com | WhatsApp (41) 999-191-357

Apoio

Planta da Mostra de Tecnologia e Expositores